Entrevista de Ricardo Teixeira a Revista Piauí. “Caguei montão [para as denúncias da imprensa]“

 RICARDO TEIXEIRA (CBF/COL)

“Caguei montão [para as denúncias da imprensa].

O neguinho do Harlem olha para o carrão do branco e fala: ?quero um igual?. O negro não quer que o branco se foda e perca o carro. Mas no Brasil não é assim. É essa coisa de quinta categoria”

“Meu amor, já falaram tudo de mim: que eu trouxe contrabando em avião da seleção, a CPI da Nike e a do Futebol, que tem sacanagem na Copa de 2014. É tudo da mesma patota, UOL, Folha, Lance, ESPN, que fica repetindo as mesmas merdas.”

“Em 2014, posso fazer a maldade que for. A maldade mais elástica, mais impensável, mais maquiavélica. Não dar credencial, proibir acesso, mudar horário de jogo. E sabe o que vai acontecer? Nada. Sabe por quê? Por que eu saio em 2015. E aí, acabou.”

“Esse UOL só dá traço. Quem lê o Lance? Oitenta mil pessoas? Traço. Quem vê essa ESPN? Traço.”

“Só vou ficar preocupado, meu amor, quando sair no Jornal Nacional.”

“Quanto mais tomo pau da Record, fico com mais crédito com a Globo.”

“Tudo que ela pôs na matéria ela ouviu, o presidente falou mesmo, não tem nada de errado. Tudo que Teixeira tinha para falar, falou à piauí, disse agora à tarde, na Argentina, o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva.

Fonte: Uol – Juca Kfouri

Sobre @seudobby

O Um acervo de Inutilidades da internet desde do Último Tweet. @seudobby

Publicado em 12/07/2011, em O Pior da Fama e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: