Vanessa Vasconcelos Duarte: Jovem assassinada na Grande SP estava com casamento marcado

https://i0.wp.com/www.clickpb.com.br/artigos/sendtmp/2011/20110214095651/jovem.morta_grande.jpg

A supervisora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, de 25 anos, encontrada morta no domingo (13) à beira da Rodovia Raposo Tavares, na Grande São Paulo, tinha casamento marcado para novembro deste ano. A jovem desapareceu no sábado (12), após sair da casa do noivo, o gerente administrativo Luiz Vanderley de Oliveira, de 34 anos.

Vaidosa, Vanessa planejava encontrar duas amigas para ir a um curso de maquiagem no Jaguaré, na Zona Oeste de São Paulo, no sábado. Ela não apareceu no local marcado. “Ela combinou de se encontrar com as amigas dela entre 9h, 9h20, perto do Rodoanel de Carapicuíba. Mas quando deu umas 9h25, as amigas começaram a ligar e já não a encontraram, porque o celular estava desligado”, disse Valéria de Vasconcelos Duarte, irmã gêmea da jovem.

O noivo também tentou ligar para a jovem, mas o telefone caiu diretamente na caixa postal. “Eu não sabia de nada. Eu achei normal. Imaginei: deve estar na aula e desligou o celular”, afirmou Oliveira.

Com a falta de notícias, amigos e parentes decidiram entrar em contato com diversos conhecidos para buscar informações sobre ela. Durante a tarde, o carro de seu noivo, com quem namorava havia mais de quatro anos, acabou localizado abandonado em uma rua de Vargem Grande Paulista, também na região metropolitana. O veículo estava com um princípio de incêndio no banco do motorista.

Além da irmã gêmea, Vanessa tinha uma irmã mais velha e um irmão mais novo. Neste fim de semana, os pais tinham viajado para Curitiba e voltaram para São Paulo assim que souberam do desaparecimento da filha.

Corpo

O corpo da jovem foi encontrado por dois policiais militares amigos da família da vítima. A pista foi dada por um homem que passava a cavalo pela região. “Descemos com as motocicletas e voltamos varrendo o local a pé. Localizamos um colar na beira da estrada que estava lá e um broche. E o corpo já estava lá”, disse o PM José Alves da Silva.

O corpo tinha sinais de violência, o que leva a Polícia Civil a acreditar que ela foi estuprada. “Ela estava com as mãos semi-fechadas, com o semblante pelo que eu deduzi de revolta e eu acredito que ela deve ter agido em defesa do seu próprio corpo”, disse o delegado Ricardo Pagrion Filho.

Perto do corpo estavam duas embalagens e um preservativo, que serão analisados. “Subentende-se com a localização desse preservativo e dessas duas embalagens que provavelmente tratam-se de duas pessoas envolvias nesse crime.”

(Portal G1)

Sobre @seudobby

O Um acervo de Inutilidades da internet desde do Último Tweet. @seudobby

Publicado em 15/02/2011, em BBB11 Ao Vivo e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: