Pérolas e Frases Engraçadas de Jogadores de Futebol

http://2.bp.blogspot.com/_IvAFQhyEK94/S1CzRqORwlI/AAAAAAAAAEU/Ih4y-hkhvZg/S1600-R/layout3+-+C%C3%B3pia+(2).jpg

Quando não estão torcendo nos gramados, os jogadores de futebol, vez ou outra, nos brindam com verdadeiras pérolas da língua portuguesa quando são entrevistados.

Sendo que a maioria deles não tem uma formação educacional da qual possa se orgulhar, os micos para os diversos veículos de comunicação são inevitáveis. Desde frases engraçadas com duplo sentido, passando por neologismos e frases construídas como se fora por bêbados, a fartura é tão grande que acabam incluídas no folclore do esporte. Confira abaixo as mais consagradas dessas pérolas e seus respectivos autores:

‘Chegarei de surpresa dia 15, às 2 da tarde, vôo 619 da VARIG.’ (Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama à família quando em excursão à Europa)

‘Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana.’ (Nunes, ex-atacante do Flamengo, numa entrevista antes do jogo de despedida do Zico)

‘Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.’ (Jardel, ex-atacante do Grêmio)

‘As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.‘ (Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)

‘Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja.’ (Jardel, ex-atacante do Grêmio)

‘O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom.’ (Souza, meio-campo do São Paulo, em uma entrevista ao Jogo Duro)

‘A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.’ (Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)

‘Eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol.’ (Jardel, ex- jogador do  Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)

‘A bola ia indo, indo, indo… e iu!’ (Nunes, jogador do Flamengo da década de 80)

‘Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.’ (Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72)

‘Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.’ (Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)

‘No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.’ (Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)

‘Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.’ (Jardel, ex-atacante do  Grêmio e da Seleção)

‘O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente…’ (João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)

‘Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.’ (Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)

‘Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.’ (Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)

‘O difícil, como vocês sabem, não é fácil.’ (Vicente Matheus)

‘Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.’ (Vicente Matheus)

‘O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.’ (Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)

Sobre @seudobby

O Um acervo de Inutilidades da internet desde do Último Tweet. @seudobby

Publicado em 15/12/2010, em O Pior da Fama e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 866 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: